Negócios

Como estarão as profissões nos próximos anos? Veja o que nos aguarda

Estamos vivenciando mudanças que levam ao início de algo novo, a um novo mundo, e a maneira como o nosso mercado está se comportando traz muitos indícios dessa transformação.

Bruna Taiski
31/05/21 às 07h23

As mudanças para o futuro do trabalho são inevitáveis: controle de informações, novas formas de trabalho, segurança no ambiente virtual e acesso à informação são benéficos, mas também apresentam seus desafios.

Nesse contexto, o dever dos profissionais é inspecionar os avanços e evitar as distorções que podem ser causadas por esse novo conceito de trabalho. É importante conhecer os principais elementos que devem deixar a força humana de trabalho sempre alerta. Quer saber como serão algumas profissões no futuro? A Gente conta!

MÉDICOS 

De maneira resumida, podemos observar dois grandes pontos de vista sobre o futuro da medicina mundial. O primeiro aposta no investimento e aprimoramento das tecnologias, principalmente no conhecimento sobre as células. As informações genéticas, seus processos e o funcionamento celular devem permitir diagnósticos precoces e mais assertivos.

Uma segunda tendência é a medicina integrada, que une conhecimentos sobre a medicina ocidental e a oriental em benefício do paciente. A abordagem não será apenas curativa, mas sim preventiva, buscando a relação entre hábitos de vida, bem-estar e o estado de saúde das pessoas.

É claro que nem tudo que se vê no cinema vai sair da ficção. De qualquer forma, robôs devem auxiliar ainda mais os profissionais da saúde em tarefas operacionais e na análise de dados.

PSICÓLOGOS 

A nova realidade que está por vir não substituirá o atendimento pessoal, já que muitas pessoas têm necessidade de contato, de conexão e de confiança com seu terapeuta. Sendo assim, homem e máquina deverão trabalhar juntos tendo como foco a ética e a recuperação do paciente, independentemente de as sessões de terapia acontecerem em um ambiente presencial, virtual, ou realizadas por profissionais robóticos.

O psicólogo também tem ganhado um espaço importante no setor de Recursos Humanos de diversas empresas. Esta profissão irá muito além das patologias, já que a psicologia organizacional tem sido uma das áreas que mais contrata psicólogos hoje em dia, pois precisa de especialistas para maximizar o desempenho profissional de seus colaboradores e elevar a satisfação do público interno.

ADVOGADOS 

Os advogados podem utilizar tecnologias como a Inteligência Artificial - IA, para tornar as suas atividades mais profundas e precisas. 

Isso torna os processos de captação de dados, análise de documentos e a jurisprudência mais rápidos. Por esse ângulo, outra tecnologia que agrega maior valor às tarefas jurídicas é o Machine Learning, que treina as máquinas para que elas aprendam com os dados. Dessa forma, os softwares preparam o caminho para que os advogados assumam as atividades intelectuais. 

No âmbito jurídico, isso vem sendo utilizado de diferentes maneiras, operando como um sistema virtual da equipe de advogados, que auxilia na previsão de resultados mediante ao levantamento de precedentes. Tecnicamente falando, um software realiza uma análise preditiva, fazendo um cruzamento de dados para revelar informações que ofereçam vantagens aos advogados. 

PROFESSORES 

A educação no futuro vai preparar os estudantes para a vida. As salas de aulas terão funções diferentes das de hoje, pois terão como objetivo a prática. A meta maior da educação será fazer com que os estudantes desenvolvam um pensamento crítico e voltado para a realidade.

A tecnologia ajudará cada vez mais no processo de aprendizado dos alunos e caberá aos professores conduzirem de forma eficiente essa mudança. Para isso, eles precisam se capacitar e estar em um constante processo de aprendizagem para conduzir os alunos da melhor maneira possível e garantir um ensino de qualidade para as futuras gerações.

O aluno será parte do processo, não apenas um ser passivo. A tecnologia ajudará o ensino a ser mais colaborativo. O professor precisará unir ciência e arte na sala de aula, fazer a integração do conhecimento e didática.

BANCÁRIOS (AS)

Provavelmente, as agências bancárias não serão extintas. Os clientes ainda não estão prontos para abrir mão delas. Na verdade, segundo um estudo da Multinacional de Tecnologia da informação - Accenture, o fácil acesso a agências é o terceiro fator mais importante para garantir a lealdade dos clientes bancários. Mas, à medida que mais serviços bancários são oferecidos online, os clientes desejam que as agências ofereçam uma experiência que combine os mundos físico e digital de forma uniforme, principalmente ao atender diferentes faixas etárias.

Transações e operações bancárias cotidianas, como transferências, depósitos e abertura de contas, serão cada vez mais realizadas de forma digital. As agências se tornarão um local exclusivo para resolver problemas e tratar de questões complexas.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM NEGÓCIOS
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.