Saúde e Bem estar

Psicóloga fala sobre os impactos da pandemia

Em um a conversa franca, Janaína Catolino fala sobre ansiedade e depressão

Matheus Renary
25/07/20 às 15h42

Nós, os humanos, somos seres dotados da necessidade de viver em sociedade, acompanhados de pessoas queridas e próximas. Durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, nos vimos obrigados a cumprir medidas rígidas de isolamento para frear a curva de crescimento dos casos de Covid-19. No entanto, um estudo conduzido pela Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, estima que a falta de contato social pode trazer riscos à saúde comparáveis a fumar 15 cigarros por dia, além de ser duas vezes mais danoso que a obesidade.

De acordo com informações do jornal The Global Times, na China, durante a pandemia, os profissionais de saúde relataram altas taxas de depressão (50%), ansiedade (45%) e insônia (34%) e, no Canadá, 47% dos profissionais de saúde relataram a necessidade de suporte psicológico. Ainda no Canadá, o consumo de bebidas alcoólicas aumentou 20% entre pessoas de 15 a 49 anos durante o período de isolamento social.

Um estudo de Michigan, nos Estados Unidos, apontou um aumento de mais de 30% nos casos de suicídio, e a procura pela linha direta de prevenção cresceu 800%. No Brasil, unidades de Pronto Socorro e Serviços de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também relatam o crescimento de tentativas de suicídio. Convidamos a psicóloga Janaina Catolino para falar sobre os efeitos da pandemia na saúde mental. Confira a entrevista:

Gostou da entrevista? Nos siga nas redes sociais para ver mais conteúdos como este.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM SAÚDE E BEM ESTAR
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.