Seu Negócio Três Lagoas

Dr. Marco Bonini Filho aborda as causas e tratamento das moscas volantes na visão

Dentro dos consultórios oftalmológicos, os relatos desses sintomas são bem frequentes, pois o surgimento provoca a percepção de diversos pontinhos pretos na visão, muito parecidos com pequenos mosquitinhos, teias de aranha ou riscos aleatórios que parecem flutuar, gerando incômodo entre os pacientes acometidos.

Julia Rafaela - Hojemais Três Lagoas
13/07/21 às 19h00

Você já ouviu falar em “moscas volantes”? – Bom, o nome pode até soar incomum. Entretanto, esse NÃO é um fenômeno raro, considerando que dentro dos consultórios oftalmológicos, os relatos desses sintomas são bem frequentes, pois o surgimento provoca a percepção de diversos pontinhos pretos na visão, muito parecidos com pequenos mosquitinhos, teias de aranha ou riscos aleatórios que parecem flutuar, gerando incômodo entre os pacientes acometidos.

Mas afinal, quais os motivos para isso acontecer? Existe tratamento para esse distúrbio? – Quem esclarece o assunto, é o médico oftalmologista do Instituto dos Olhos de Três Lagoas, Dr. Marco Bonini Filho, que abordou as causas e as formas de tratamento das moscas volantes. Para saber mais, continue a leitura e confira!

Dr. Marco Bonini Filho

Entenda as causas 

Segundo o médico, com o passar dos anos, o vítreo, que é um fluido originalmente gelatinoso e que preenche o globo ocular, torna-se mais líquido, devido ao envelhecimento do tecido, até perder a adesão com a retina. Esse fenômeno é conhecido como liquefação do vítreo, sendo ele o principal responsável pelo surgimento das moscas volantes.

“Em alguns casos, os sintomas passam quase despercebidos, pois muitos pacientes se acostumam com as moscas volantes. Em contrapartida, existem casos em que esse processo pode ser anômalo e mais grave, isso porque algumas pessoas tem pontos de adesão mais firmes entre o vítreo e a retina. Nesses pontos podem surgir roturas ou buracos na retina e progredir para o descolamento da retina, o que é grave e deve ser tratado com cirurgia” – explicou.

Ainda de acordo com Bonini, o fenômeno é mais comum após os 45 anos, tendo em vista que o surgimento está associado ao envelhecimento natural. Contudo, isso não exclui a possibilidade de uma pessoa mais nova desenvolver o quadro, em especial aquelas que possuem miopia, sofreram trauma ocular, realizaram cirurgia de catarata ou já tiveram inflamações na parte interna dos olhos.

Tratamento

Para o oftalmologista, de modo geral, as moscas volantes não necessitam de tratamento, isso porque a melhora dos sintomas geralmente ocorre espontaneamente, podendo durar semanas ou meses.  

No entanto, é preciso uma avaliação profunda por meio de um especialista, pois caso identificado alguma causa mais grave, como uma lesão na retina, por exemplo, é necessário um tratamento preventivo com laser para prevenção do descolamento de retina.  

Terapia à laser
Existem 02 tipos de tratamento com laser para esse quadro:

  1. Vitreólise: Nesse tratamento, o oftalmologista usa um laser em direção aos resíduos no vítreo para quebrá-los e torná-los menores e menos visíveis. A indicação deste tratamento restringe-se a casos crônicos, com sintomas persistentes.
  2. Fotocoagulação de retina: Esse tratamento é reservado para os casos em que se detecta rasgos ou buracos na retina. O laser promove a cicatrização da retina ao redor da lesão, prevenindo o descolamento da retina.

“Portanto, o ideal é sempre procurar uma opinião médica, mesmo quando os incômodos forem mínimos. Pois essa consulta é fundamental para uma avaliação mais profunda, que poderá descartar ou não uma doença mais grave” – finalizou.  

Já realizou seu check up oftalmológico este ano? O check-up ocular é uma avaliação clínica oftalmológica que permite através de exames analisar as condições visuais do paciente, detectando possíveis doenças em fase assintomática e prevenindo que problemas oculares graves não ocorram. 

Acompanhe a Clínica IOTL para ficar por dentro de vários assuntos sobre saúde ocular, dicas e muito mais! 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM SEU NEGÓCIO TRÊS LAGOAS
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.