Saúde e Bem estar

ÔMICRON: o que sabemos até agora

A nova variante do coronavírus já infectou três brasileiros. Outro caso segue em investigação

Rara Gente - Daniela Galli
02/12/21 às 09h05

No final de novembro deste ano foi detectada na África do Sul pela primeira vez mais uma variante do novo coronavírus. Ela recebeu o nome de “ômicron” e tem chamado a atenção de especialistas devido à variedade de mutações genéticas. 

Ainda não se sabe se esta variante é mais infecciosa ou se as vacinas disponíveis são eficazes e garantem imunidade contra ela. O que se tem certeza é de que a ômicron já foi encontrada em todos os continentes e a região sul da África possui a maioria dos casos. 

NO BRASIL

Até o momento, no Brasil, foram confirmados três casos. Estima-se que a variante tenha começado a circular em nosso País no final do mês de novembro. Os dois primeiros casos foram de um homem de 41 anos e de uma mulher de 37. Ambos são missionários na África do Sul e chegaram ao Brasil no dia 23 de novembro.  A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo informou que os dois estavam com sintomas leves e haviam se imunizado com a vacina da Janssen. Até o momento eles passam bem e seguem isolados. 

A vigilância da capital paulista acompanha os pacientes e estão entrando em contato com todas as pessoas que tiveram contato com eles desde que desembarcaram em solo nacional. Se alguém tiver sido infectado também deve permanecer em isolamento para que não seja criada uma cadeia de transmissão da ômicron no Brasil. 

O terceiro caso foi confirmado no dia 1º de dezembro, também em São Paulo. É um homem de 27 anos que veio da Etiópia, também no final do mês de novembro. Ele tomou duas doses da vacina Pfizer, passa bem, não tem sintomas e está isolado. 

Mais uma pessoa está sendo monitorada no Rio de Janeiro, sob suspeita de ter se infectado também pela variante ômicron. Trata-se de uma mulher que esteve em Johannesburgo, na África do Sul. Já foi colhido material para a realização do exame, porém o resultado ainda não foi divulgado. 

Desde o dia 27 de novembro estão proibidos de desembarcar no Brasil voos que tenham passado pela África do Sul. A restrição abrange ainda a República de Botsuana, Reino de Essuatíni (Suazilândia), Reino do Lesoto, República da Namíbia e República do Zimbábue".

 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM SAÚDE E BEM ESTAR
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.