Lifestyle

Tirem as crianças da sala. A série The Boys vai deixa-los de queixo caído e diremos o porquê

Esqueça a ética, a busca pela justiça, os corações de ouro cheios de boas intenções: os super-heróis de The Boys - recente série lançada pela Amazon Prime - passaram longe do que o público se acostumou a ver nos filmes da Marvel e da DC.

Bruna Taiski
14/11/19 às 08h23

Esqueça a ética, a busca pela justiça, os corações de ouro cheios de boas intenções: os super-heróis de The Boys - recente série lançada pela Amazon Prime - passaram longe do que o público se acostumou a ver nos filmes da Marvel e da DC.

No universo criado nos comics por Garth Ennis e Darick Robertson e adaptado para o streaming por Eric Kripke (de Supernatural) os supers, como são chamados, é que são os vilões. Já os mocinhos são um grupo de vigilantes liderados por Billy Butcher (Karl Urban)- ele mesmo tão impiedoso e implacável quanto seus inimigos. Resumidamente, quando a fama sobe à cabeça, alguns super-heróis passam a se corromper e a usarem seus status para se promoverem ainda mais - o que pode colocar em risco a própria população. Pensando nisso, uma equipe da CIA foi preparada para cuidar desse caso. Conhecidos como "The Boys", esses agentes têm a missão de vigiar o trabalho dessas personalidades, assim como controlar o surgimento de novos heróis.

O roteiro também incorporou preocupações das celebs modernas - os supers estão sempre de olho nas métricas das redes sociais, têm assessores de imprensa e departamento de marketing direcionando suas carreiras; fazem de tudo para evitar qualquer prejuízo à imagem.

Com elenco entrosado e um humor ácido afiadíssimo, The Boys entrega uma primeira temporada redondinha em oito episódios, com um belo gancho para a próxima, que já está sendo rodada. Imagine só o sucesso.

A série não economiza em mortes, pancadaria e sangue; tem cenas fortes de sexo e nudez – entendeu nosso recadinho na linha-fina agora? Bem de acordo com os comics. Para dar veracidade a tanta destruição e, claro, aos super-heróis, os efeitos especiais são incríveis e não deixam nada a desejar às grandes produções do gênero nos cinemas, assim como a fotografia. Que venha a segunda temporada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM LIFESTYLE
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.