Lifestyle

6 termos racistas que você provavelmente não sabia 

Com o intuito de mostrar como o racismo está enraizado em nossa sociedade, separamos 6 termos racistas que utilizamos no nosso dia a dia, e muitas vezes não sabemos sua origem e seu significado

Beatriz Benedeti
20/11/20 às 11h35
(Reprodução/Pinterest)

Hoje, 20 de novembro, é marcado como o dia da consciência negra. As vozes dessa comunidade estão cada vez mais fortes e tomando mais espaço na sociedade. Está data é importante para que a gente lembre de uma luta por igualdade e respeito que ainda está longe de terminar.

Com o intuito de mostrar como o racismo está enraizado em nossa sociedade, separamos 6 termos racistas que utilizamos no nosso dia a dia, e muitas vezes não sabemos sua origem e seu significado. 

Confira nossa lista abaixo:

CRIADO MUDO 

O escravo (ou criado) ficava ao lado da cama dos “senhores” a noite toda, em silêncio, enquanto segurava um copo de água ou outro objeto.

Pode ser substituída por: mesa de cabeceira 

MULATA

A palavra vem de mula, um ser híbrido originado pela reprodução de burro com égua. Correspondia ao filho do homem branco com a mulher negra

DENEGRIR

Na definição do dicionário Michaelis, denegrir é “ficar ou fazer ficar escuro, ou manchar a reputação”. Por atribuir um caráter negativo a algo que seja negro, pode ser considerado racista e ofensivo. 

Pode ser substituída por difamar ou caluniar.

NÃO SOU TUAS NEGA 

Durante a época da escravidão, as mulheres negras eram vistas como propriedade do homem branco, e por isso, eles podiam fazer o que quisessem com elas. 

CABELO RUIM

Por ser cabelo de negro, as pessoas se referam como “ruim”, porém não existe cabelo "ruim". Existe cabelo afro, crespo, cacheado, etc.

A COISA TÁ PRETA

As pessoas usam essa expressão para dizer que algo está ruim. Ou seja, novamente traz a imagem do preto ou negro como algo ruim e negativo.

(*) gauchazh

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM LIFESTYLE
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.