Dra. Maria Angélica Gorga

Dermatologista Dra. Maria Angélica Gorga responde: Como tratar o melasma? Confira!

A Dra. Maria Angélica Gorga (CRM:1947 / RQE:1035), é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e durante a entrevista respondeu alguns questionamentos. Mas afinal, você acha que dá ou não para prevenir o melasma? Veja!

Julia Rafaela  - Hojemais Três Lagoas 
18/11/20 às 10h00

Quando o assunto é doenças causadas na pele, é muito comum ouvirmos sobre o melasma, que são aquelas famosas manchinhas escuras, mais comumente na face, o que torna o incômodo estético ainda maior, devido sua alta visibilidade.  

O melasma afeta principalmente as mulheres entre 25 e 40 anos e somente 10% dos casos ocorrem em homens. Pessoas de pele morena e negra, além de asiáticos e latinos, têm maior predisposição a encarar esse desconforto.

Mas afinal, o melasma tem tratamento? ou melhor, existem formas para prevenir a doença? – O Portal de Notícias Hojemais conversou a Dermatologista Dra. Maria Angélica Gorga (CRM:1947 / RQE:1035), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, visando sanar todas as suas dúvidas em relação ao assunto. Confira! 

O que é o melasma? 

De acordo com a Dra. o melasma é uma  doença que possui vários fatores desencadeantes, primeiramente a pré disposição genética, ou seja, quando o paciente nasce com a predisposição de ter esse tipo de reação na pele, que pode ser desencadeada por alterações hormonais, tanto fisiopatológicas quanto como por exemplo o uso de contraceptivos ou até mesmo durante a gestação. 

A luz do sol e as luzes artificiais também são vistas como uma grande aliada da doença, e quando falamos em luzes artificiais, não se trata apenas das luminárias, falamos também das luzes provindas dos celulares, telas de computador, notebook e etc. 

Quais os sintomas? 

“O principal sintoma são as manchas amarronzadas, que surgem geralmente na região malar, do buço e na região central da front. Essas manchas vão surgindo aos poucos e não existe dor ou coceira, sendo assintomáticas” – afirmou. 
 

Existe cura ou tratamento para a doença?

Ainda de acordo com a dermatologista, o melasma tem sido muito estudado nos últimos anos, no entanto, ainda não existe uma conclusão em relação aos fatores determinantes, sendo assim não existe uma cura, mas existe um controle. 

“Cada caso precisa ser analisado de forma individual, é necessário a realização de exames, que devem ser feitos com um profissional especialista na área e a partir de então definir o método de tratamento”. 

Ainda de acordo com a Dra. Maria Angélica Gorga, o uso do protetor solar com cor é fundamental, sendo esse um dos primeiros passos no início de qualquer tratamento e então vem as orientações em relação aos outros produtos para clarear, bem como os procedimentos.

Qual a melhor época para tratar o melasma? 

“O tratamento pode ter início em qualquer época do ano, mas no inverno você tem a vantagem de poder usar medicamentos um pouco mais agressivos, isso porque a pele não terá tanta reatividade. Mas ainda assim, isso não impede que o tratamento seja feito em outras épocas do ano” – afirmou.  

Como manter uma rotina de cuidados em casa? 

Conforme citado anteriormente o primeiro passo é investir no uso do protetor solar com cor, que deve ser prescrito por um especialista de sua confiança. 

Além disso, a compra de produtos que visam o clareamento deve ser feita sempre com orientação médica, pois só ele (a) poderá lhe indicar o melhor sabonete para higienização, a melhor água micelar para tirar o protetor e etc.

“Outro ponto importante, refere-se a hidratação da pele, pois o melasma tende a piorar quando a pele está ressecada, mas todos os produtos devem ser escolhidos por um dermatologista que conheça seu caso clínico. E mais importante do que isso: não procure tratamentos milagrosos ou receitinhas caseiras, pois isso pode piorar a situação” – finalizou.  

Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, clique no botão abaixo e agende agora mesmo sua consulta com Dermatologista Dra. Maria Angélica Gorga, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia:

Para ter acesso a outros conteúdos exclusivos sobre cuidados com a pele, clique nos botões abaixo e siga a Dra. nas redes sociais.

Dermatologista com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, A Dra Maria Angélica Gorga atua em dermatologia clínica, cirurgias dermatológicas e procedimentos estéticos. Possui sólida formação e é professora conceituada do curso de medicina na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Aliando conhecimento, ampla experiência e tecnologia de ponta, disponibiliza o que há de mais inovador e eficiente em tratamentos dermatológicos, visando os melhores resultados para os seus pacientes. Com mais de 30 anos de experiência e em constante atualização, a Dra Maria Angélica é hoje uma referência em atendimento de qualidade em Três Lagoas.

 MAIS DE DRA. MARIA ANGÉLICA GORGA
VEJA TODAS DE DRA. MARIA ANGÉLICA GORGA
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.