Lab Life Andradina

Sexagem fetal, o exame que identifica o sexo do bebê ainda nas primeiras semanas de gestação

Segundo a equipe do laboratório de análises clínicas Lab Life, a partir da 8ª semana de gestação já é possível fazer a sexagem fetal, tendo em vista que o procedimento é seguro e não é invasivo.

Julia Rafaela - Hojemais Três Lagoas
03/06/21 às 19h00

O processo de gestação é cercado por diversos momentos marcantes, dentre eles, a hora de saber o sexo do bebê, descoberta essa que muitas vezes é realizada por meio da ultrassonografia, que pode ser realizado normalmente a partir da 12ª semana de gestação. Porém, muitas vezes devido a posição do bebê, a demora pode ser maior.

Entretanto, se a ansiedade for grande, o casal pode optar pelo sexagenal fetal, um exame capaz de identificar logo nas primeiras semanas de gestação se o bebê é menino ou menina.

Segundo a equipe do laboratório de análises clínicas Lab Life, a partir da 8ª semana de gestação já é possível fazer a sexagem fetal, tendo em vista que o procedimento é seguro e não é invasivo. 

COMO É FEITO O EXAME DE SEXAGEM FETAL?

O exame é feito por meio da coleta de sangue, que por meio da biologia molecular permite visualizar amostras de fragmentos do DNA do feto e assim identificar o sexo do bebê.

“Caso identificado o cromossomo “Y", significa que os pais esperam um menino. Agora, se o exame apresentar apenas o cromossomo “X”, o resultado indica a gestação de uma menina” – explicaram.

Ainda de acordo com a equipe, recomenda-se que o exame seja feito após a 8ª semana de gestação, conforme citado acima, entretanto, a 11ª semana é ideal para obter resultados mais assertivos, uma vez que o número de células fetais presentes no sangue da gestante aumenta à medida que o tempo de gestação avança.

“É importante frisarmos, que a sexagem fetal não oferece nenhum risco para mãe ou para o bebê, sendo assim não existem contraindicações. Aqui na Lab Life nós temos uma equipe muito bem qualificada para realização do procedimento, que dura em média de 5 a 10 minutos para fazer a coleta de sangue. Além disso, a margem de erro é muito baixa e a porcentagem de acerto chega a quase 100%, ou seja, se feito no tempo ideal, o resultado é bem assertivo” – acrescentaram.  

O EXAME DE SEXAGEM FETAL IDENTIFICA PROBLEMAS GENÉTICOS?

Essa dúvida é comum, no entanto, a equipe reforça que a sexagem fetal possui uma única funcionalidade, ou seja, descobrir o sexo do bebê. Com isso, a detecção de algum problema genético só pode ser feita por meio de exames mais específicos para isso. 

Contudo, se a ideia é descobrir se é menina ou menino por meio da sexagem fetal, então clique no botão abaixo e agende agora mesmo o exame no laboratório Libe Life:

Aproveite também e conheça outros trabalhos desenvolvidos pela Lab Life por meio das redes sociais! 

 MAIS DE LAB LIFE ANDRADINA
VEJA TODAS DE LAB LIFE ANDRADINA
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.