Lifestyle

Depois da ‘Lua de Sangue’, veja os próximos eventos astronômicos de 2022

Ainda há uma série de fenômenos marcados para acontecer em 2022 e que poderão ser vistos a olho nu

Rara Gente - Da redação
16/05/22 às 09h54

Este ano será possível testemunhar vários eventos astronômicos; desde chuvas de meteoros até a aproximação de Saturno e Júpiter. O mais recente deles, a Lua de Sangue, pode ser vista no último domingo (15).

Este fenômeno acontece por que a Lua Cheia fica oculta pela sombra da Terra em um eclipse total. Isso faz com que a Lua adquira coloração avermelhada. No Brasil, o satélite ficou visível desta forma até às 3h50 de segunda-feira (16).

Para quem adora astronomia e não conseguiu acompanhar a Lua de Sangue, não precisa ficar chateado. Ainda há uma série de fenômenos marcados para acontecer em 2022 e que poderão ser vistos a olho nu. Acompanhe a nossa agenda e prepare-se.

Lua de Sangue


Superlua – 14 de junho, 13 de julho e 12 de agosto

É quando a Lua Cheia fica o mais próximo possível da Terra. A impressão é que ela fica ainda maior e mais brilhante.

Chuva de meteoros da Delta Aquáridas – 28 e 29 de julho

A visualização será bem nítida por causa da Lua Nova. Os meteoros são compostos por detritos deixados pelos cometas e irradiam da constelação de Aquário.

Chuva de meteoros Perseidas 12 e 13 de agosto

Os meteoros irradiam da constelação de Perseu e são formados a partir do cometa Swift-Tuttle

Saturno em oposição – 14 de agosto

O segundo maior planeta do Sistema Solar vai ficar bem perto da Terra no mês de agosto e uma de suas faces estará totalmente iluminada pelo Sol. Quem tiver um telescópio vai conseguir ver melhor e vai dar para ver até os anéis e as luas de Saturno.

Super Lua

Júpiter em oposição - 26 de setembro

Júpiter também vai fazer uma ‘visita’ para nós. Vale a dica do telescópio para ver melhor o fenômeno, mas com um par de binóculos já será possível ver as quatro maiores luas de Júpiter, que é o maior planeta do Sistema Solar.

Chuva de Meteoros Draconídeos - 7 de outubro

Talvez a visualização não seja tão nítida devido à fase em que a lua vai estar neste dia. Os Draconídeos são formados a partir de grãos de poeira deixados pelo cometa 21P Giacobini-Zinner, que foi identificado em 1900.

Chuva de meteoros Oriônidas - 21 e 22 de outubro

Originalizados da constelação de Órion, esses meteoros são produzidos por grãos de poeira deixados pelo cometa Halley.

Chuva de meteoros Taurídas - 4 de novembro

Diferente das demais, essa chuva de meteoros conta com cometas que partem de fluxos diferentes. Como seu nome sugere, eles se organizam da constelação de Touro, e são compostos por grãos de poeira deixados pelo asteroide 2004 TG10.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
ÚLTIMAS EM LIFESTYLE
RARA Gente - A mais tradicional revista de Três Lagoas
Editor responsável:
Ivete Binda Mendonça
agitta@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.